domingo, 5 de dezembro de 2010

Vida Campari

Veneno lilás em copo plástico

A nobreza da cicuta

A pobreza do moderno

 

Arde na garganta e aquece dentro

Arde nos poros

Mostra cancelas fechadas atrás

 

A vida flui

Some pelos poros abertos

Cores avivam-se

 

Poção ardente

Campari com soda

Domingo

 

Veneno amargo

Rubro e frio

Que o sol aquece

O dia renasce à tarde

 

Muitos mais noites virão

E verão o verão arder

Na aquarela espalhada

 

Renasce o sangue

A semana vem e vai pra vir

A vida vibra

 

©Marcos Pontes

Um comentário:

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
Abraços de verdade e, fique com DEUS