quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Fuga (ex- Calmaria)

Em edição! Não estava bem com o poema, reli comecei a ver muita confusão, versos soltos, sem lógica. Pode ser modificado pelas sugestões e leituras críticas dos leitores e amigos. O título é Fuga, por enquanto, por ser o mais adequado até o momento. Ex- Calmaria , pq é muito mais uma retirada, uma interrupção.

vazante calculada
(pre) amar no contra-fluxo

Fuga

mergulho no marrom
-véspera do vermelho-
onde me refaço

na próxima hora

naufrágio evitado
singro serena
toccata turquesa
virtuosa

Em êxtase navego a água azul
na brisa do instante

beleza recuperada
que fiz sem promessa
Do que quer que seja

Pode ser nada.

3 comentários:

Guto Leite disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Márcia(clarinha) disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Victor Meira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.