quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Stand by me

Ao meu lado, quero o presente, a verdade e a beleza discreta das ruas, do cotidiano das cidades!
Quero você cada vez mais perto
Quero a serenidade dos amigos sinceros,
A calma dos dias curtos e simples
A vida aberta e meus frutos fortes
Quero meus gatos e todos os bons abraços

Boas festas!



When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we'll see
No, I won't be afraid
No, I won't be afraid
Just as long as you stand
Stand by me

So darling, darling,
Stand by me,
Oh, stand by me
Oh, stand,
Stand by me
Stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
Or the mountains should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry,
No, I won't shed a tear
Just as long as you stand
Stand by me

4 comentários:

Laura Fuentes disse...

Aceite meu bom abraço, poeta. Grandes sonhos, grandes inspirações prá ti, que nos inspira tanto com seus textos.
Um lindo 2009 procê.

fernando disse...

felicidades e bons encontros te acompanhem...

adorei essa stand by me...

meu abraço terno!

doroni disse...

Compulsão
Gostei muito do seu BLOG
Bons poemas, sua verve é fértil, sensivel e terna.
Adorei Stand by me, simples e verdadeiro.
Bjs

Marcos disse...

Faço meus os teus desejos e tudo mais meu é teu. Teremos um ano fantasticamente maravilhoso e esta fantástica maravilha se espalhe e contamine quem estiver conosco e respingue em quem estiver distante.

Marcos