quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Ave


Ave Solitária, upload feito originalmente por bocavermelha-l.b..


Incrustada na manhã azul

Ave de coração púrpura

Abarca o mundo com as asas

Leva ao ninho cada alma

Acalenta com as penas

O dia que nasce frio

 

Nas plumas negras guarda encanto

E sopra nas narinas diurnas

Sonoros mantras

 

Pelos cantos da cidade

Que amanhece

No tom suave do assum-preto

Aves Marias no bico

 

Das aves marinhas o grito

Os ais de nós

Acordados e em silêncio

Profundo dos olho assustados

Espreitando a manhã

 

O sol nasce

Do ovo do pássaro

Que carrega o dia nas garras

Para depositá-lo suave na noite

 

©Beatriz Mecozzi e Marcos Pontes

Um comentário:

jurandir disse...

poema lindo e bastante visual, pintura!!!!!