segunda-feira, 20 de abril de 2009

Difícil ser fácil

É fácil ser feliz
Difícil é viver
Ofício imposto
Diário e cotidiano
Volta-se áspero como lixa
Como lixa e cacos de vidro
Veludo suave como seda
Cedo cedo e insisto

É fácil viver
Difícil é ser feliz
Catação diária pelos caquinhos
Pedacinhos miúdos
Felicidade esmigalhada
Espalhada em peças
Encaixáveis
Impeças que encaixe
Não falo, mudo

É fácil ser difícil
Viver é ser feliz
O resto é quase viver
É desviver
Fazer de conta
Contar o que se faz
Rir sem ser feliz
Sentir de brincadeirinha

Fácil viver
Falso viver
Feliz vivacidade
Fiz fácil o difícil
E fiz-me feliz
Fluí
E navego em mim
Levando a mulher amada
Nas costas-casco
De nosso navio
Vivemos felizes
Fácil



©Marcos Pontes

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Um comentário:

Compulsão Diária disse...

Viver com vc é fácil, feliz, macio, poético. Vc faz o mais difícil: satisfaz uma mulher;)