domingo, 10 de maio de 2009

Cruel

protectme jpeg

Acordei uma aranha.
Espirrei veneno
Na abelha benfazeja

Logo cedo.

Ela agonizava,
Eu bebia mel e morte
No primeiro café do dia

© Compulsão Diária
MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Um comentário:

Compulsão Diária disse...

Gosto de vê-la trilhar por outros caminhos poéticos. Variar na temática e na forma é o segredo para não se tornar um poeta chato.