domingo, 24 de agosto de 2008

Efêmero



Na janela o vaso acolhe o passo do gato
E amortece o som do guizo
Por um triz, o botão de lírio não acorda

Nina Simone estilhaça a espera
É aviso!
Longe daqui naufraga um navio

A flor explode no bocejo
Just Like A Woman cruza o silêncio
E diz - ninguém sente dor

A bailarina arma o grande salto
Meu coração se fecha e o chão se afasta
Depois, passa.

* esta é uma homenagem. não está em edição.
Ontem, o sábado foi em suspense porque não era post.

10 comentários:

Victor Meira disse...

Bela homenagem. O poema já começa brilhante (o primeiro verso é sensacional), joga conflito até o fim da segunda estrofe e termina bonitinhamente.

"na janela o vaso acolhe o passo do gato"... caramba.

Pra quê precisa de edição?

Mimi disse...

Mas nem carece edição, nossa!

Lindo de viver e ainda é homenagem, ficou tudo de bom.

Bea, te falar a verdade, acho que teus poemas nem precisam de edição.

Beijos saudosos

Márcia(clarinha) disse...

Espetacular e estrondoso como a voz maravilhosa de Nina Simone.

Edição? Seus versos não carecem ser editados, são perfeitos.

lindo dia,flor
beijos

Guto Leite disse...

Perfeito, querida! Uma semana de anjos pra você!

Heyk Pimenta disse...

Essa eu li lá no over mundo.
que legal, nêga.

vou olhá-la aqui até escrever algo.

Heyk Pimenta disse...

é, pra quem fingia que não era poeta, essa mentira já foi longe demais.
É um poema processo e o poema poema mesmo.

marilia disse...

Que imagem incrível!!!!

"Meu coração se fecha e o chão se afasta
Depois, passa."

Afinal, mais cedo ou mais tarde passa, né??

Beijos, querida

Horácio disse...

Deixe o pudor e saia às ruas, erga a fronte e proclame: "- Sou poeta. É justamente por isto que sou interessante".

Mas quem escreve poesia como você - que diz nunca ter escrito -, nem precisa dizer nada. Continue escrevendo.

Lembra-se do quando eu dizia sobre o seu talento para a prosa poética? Então, você sempre foi uma poeta (e quão boa poeta) enrustida.

J. Vicente Mendonça disse...

amo Dorothy Parker mas isso que vc escreveu é muito bom...
quero mais.
um abraço

compulsão diária disse...

Victor, Mimi, Márcia, Guto, Marilia, horácio e J. Vicente, muito obrigada pela visita e elogios. Este poema é muito delicado pra que eu agradeça e comente com cada um de vcs.
Horacio e J. Vicente,meus mais recentes leitores, desculpem esta CD. Nos próximos conversamos, ok? mille baci.
E os mais íntimos eu sei que me perdoam. sempre prestigiam estas tentativas minhas. adoro vcs. Cada um de vcs a seu modo estimula e alegra minha escrita a cada visita.