sábado, 13 de dezembro de 2008

Convite



Vem todo
E sobe no meu céu.
É seu o mundo sobre cada poro

Entra quando e como sempre
Eu menos quiser, sem medo.
Forra meu pêlos com sereno

Com seus milagres, molha meu sonho
Traga minhas delícias na relva dos cílios.
Vela meu sono, num contorno de carícia,

Trisca minha língua vívida
Roça meu peito ávido
Com sua voz rouca, instiga-me.

Abre o porto e fecha a trilha do não
Sem perder a linha, satisfaz minha lira,
Ache o quase e veja no beijo, o sim

 Amy Winehouse and Paul Weller - Don´t Go To Strangers

11 comentários:

" A Bela e a Poeta " disse...

Muito envolvente!.."Entra quando e como sempre". Lindo e verdadeiro. Tanto achei que, quando a encontrei, me tornei sua seguidora. Por isso, digo que estarei aqui sempre. Se puder fazer-me uma visita, seria uma honra para mim! Um abraço Poético e continue inspirando as todos seus leitores com estes belos versos. Bela..

Benny Franklin disse...

Como sempre afinada com a palavra!
BJs.

samuca santos disse...

neguinha, você, como sempre, me arrebenta...
clichê (dedicado ontem pra mim):
obrigado por existir!

Dora Nascimento disse...

Eu vim.
Você chamou
para que visse
e me deleita-se
ao lado desse ato
supremo o fato,
da entrega ao tato,
ao mundo em vertíce,
o apelo sobrre os teus pêlos,
saindo em tom de prece.

Não fosse a inveja um sentimento tão negativo...
mas por vezes, em se tratando dos sentidos,
faz-se da inveja,
um nobre querer positivo.

Felicidades conjunta para sempre.
Saravá e Çá(ra)vá, porque hoje é Sabah! Aleluia, minha Linda!

Assis de Mello disse...

Meu Deus, que poema lindo, passional, com um ritmo lento, sincopado e inquietante. Dá pra sentir a respiração, o calor dos vértices, estrelinhas nos olhos.

"
Forra meu pêlos com sereno
*
Com seus milagres, molha meu sonho
Traga minhas delícias na relva dos cílios.
"

Derrubou-me o queixo.
Agora nem posso imaginar como será o meu dia.

Chico

Joe_Brazuca disse...

sensual é muito pouco.
chega a ser sacrosanto...de atordoar pelo prazer que esparge
esplêndido !

Olhos de Folha Minha disse...

Apaixonante!

Gata, frágil animal!

Marcos disse...

Vejo nós dois nesse poema. Nos vejo em diversão constante e infinda. Diversão em duplicidade, tu e eu em gangorra e balé.

Ígor Andrade disse...

Que convite, em?
Abraço!

Regina Lyra disse...

Olá, queridAmiga, Bea
Bom vê-la no exercício da escrita. Quanto mais escreve-se mas a palavra flui. Fiquei contente em visitar seu espaço.
Beijos,

Márcia(clarinha) disse...

Um clamor, uma oração sensual, uma ordem de paixão.
Irrecusável.

lindo dia flor
beijos

*veja que engraçadinho[na voz de Nina Simone]
http://br.youtube.com/watch?v=eYSbUOoq4Vg